Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008

Do fim de semana

  

Luzinhas e decorações tolero. Folhetos na caixa de correio, pacífico, seguem para o lixo. Invasão súbita de anúncios na tv, lida-se bem, digo que sim a tudo o que os putos pedem. Ainda é tão cedo que até lá hão-de acertar ideias.
A única coisa que de facto receio e me perturba para lá do indizível são as músicas de Natal na rádio. Receio que esteja para começar o massacre que só terminará quando o ano se findar.
Porque as músicas de Natal sobrevivem ao próprio Natal. Porque há mais Natais que clássicos de Natal, de que já não aparece um desde Do They Know It's Christmas e Last Christmas dos Wham.
E todos os anos, a todas as horas, todas as rádios, passam as mesmas músicas, varia por vezes o intérprete. Uma e outra vez.
Quando ouvir a primeira já sei que a coisa despoletou, alastra e lá vou eu andar até 2009 a saltar de posto em posto à procura de uma música normal.
 
 
No único país onde não houve outro remédio senão referendar o Tratado de Lisboa os europeus da Irlanda rejeitaram o tratado. Em politiquês diz Luís Amado que o governo irlandês terá que resolver o problema que o seu país criou à União Europeia. Nunca lhes passa pela cabeça que seja a União Europeia a resolver os problemas que os cidadãos europeus têm com os tratados, a começar pelo facto de não os entenderem.
Assim sendo a solução não será nunca explicar o que é e para que serve o Tratado de Lisboa. Muito menos, claro, fazer um tratado que os viventes desta união entendam a considerem justo e necessário. A solução, como que todos querem é que agora Luís Amado verbalizou socraticamente é a que se adivinhava (e a que será). Têm que repetir o referendo (as vezes que forem necessárias?) até que os irlandeses digam SIM.
Por isso e só por isso - o Tratado não tem nada que ver com isto - espero e creio que o NÃO a um segundo referendo na Irlanda será ainda maior. Porque quando isso acontecer, e vai acontecer, será enfim a Europa dos 27 a falar a uma só voz, o Gaélico.
 
__________________________________________________________

publicado por joao moreira de sá às 08:13
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
|
Creative Commons License
Este Blog está licenciado sob uma Licença Creative Commons.



Joao Moreira de Sa

Cria o teu cartão de visita

Twitter
Micro Cuts

Divulga também a tua página

CONTÉM CONTO MEU (já editado Comprar: AQUI
Ocultos Buracos

Promote Your Page Too

VAI CONTER CONTO MEU (pelo Natal, mas experimentem clicar na capa)




Blogue para Contactos Profissionais

Outras escritas

Quem???

Uma mente delirante e não muito normal encerrada num corpo com 44 anos (embora um teste da Sábado diga que na realidade tenho 47... já estive mais longe, tenho que repetir o teste). Presentemente desempregado mas com boas perspectivas de conseguir vir a trabalhar num call-center. Escrevo porque não gosto lá muito de falar e como irresponsável que sou, acredito que um dia ainda irei conseguir ser pago para escrever, o que já vai demorando um bocado...
jmoreiradesa@gmail.com

pesquisar neste belogue

 

Arquivos da Cantuária

tágues

todas as tags

subscrever feeds



Péssimos clips de humor na
TV Arcebispo

revista Única/Expresso


revista Nós/jornal i


Nuno Markl in Única/Expresso
Há gente com graça na Internet?

Imensa. O arcebispo de Cantuária. É um tipo com um site magnífico com trocadilhos. Dos mais refinados que eu vi em toda a minha vida.

arcebispo no programa "As Tardes da Júlia", TVI, 01.07.09.




jornal i "Blogues das mamãs. São mais que as mães e servem para tudo"

"Os (arcebispais) Incorrigíveis"

Arcebispo de Cantuária 17º Melhor Blog Português de 2007

Porque nem só de trocadilhos vive um Arcebispo:

Manjares do Arcebispo" (2ª edição disponível em paperback 11.35€ e e-book download 2,50€)



COMPRAR ONLINE: BUBOK





MAIS INFORMÇÃO