Sexta-feira, 18 de Setembro de 2009

Festival de preconceitos – uma decomposição

 

Não percebo porque é que há quem se indigne com um Festival de Cinema Gay e Lésbico. Houve um festival de cinema sobre bicicletas e ninguém se insurgiu. No entanto, de todas estas temáticas, a única que já causou estragos no meu traseiro foi precisamente a bicicleta!
 
_________________________________________________________

publicado por joao moreira de sá às 07:54
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
|
Sábado, 15 de Agosto de 2009

À A que há

 

Nem de propósito, isto:
 
"Venda de máscaras subiu 120 por cento no primeiro semestre"
 
depois de ter escrito sobre os media e a Gripe A (e não, não é a dizer mal).
 

publicado por joao moreira de sá às 10:47
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
|
Terça-feira, 21 de Julho de 2009

Todos os sangues são iguais mas alguns são mais panisgas que outros

 
Eu acho que o que deviam perguntar é se é um dador passivo ou activo.
 
_________________________________________________________

publicado por joao moreira de sá às 08:58
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
|
Sexta-feira, 26 de Junho de 2009

O paradigma de Jackson

 
Porque isto não é só fazer humor negro que não pretende ser de malícia mas sim de alerta, provocação se quiserem. Não pretende causar indignação mas sim fazer pensar.
Michael Jackson é apenas o exemplo, hoje, do paradigma da glorificação pela morte dos injustiçados em vida e, pior, da confusão que - minha opinião - não devia haver entre obra, artista e ser humano.
Há tempos fui criticado, gozado se quiserem por ter escrito, a propósito da reedição em livro dos textos do programa Pão Com Manteiga, que a situação actual de Carlos Cruz, inocente ou culpado, nada tinha que ver com o Carlos Cruz que fez - entre outros - o Pão Com Manteiga.
Digo hoje mas já o dizia anteontem, que o músico Michael Jackson e a pessoa Michael Jackson são "situações" diferentes. Vejamos. Apesar de nunca se ter provado nada, vamos pensar que Michael Jackson de facto seria pedófilo. Em que é que isso alterava a qualidade - goste-se ou não e eu não gosto - da sua obra musical? Nada! Tal como em nada mudou de ontem para hoje excepto que a "aberração" voltou a ser Génio e Rei da Pop.
Sabe quem escreve humor - talvez noutras áreas também - o quão comum é confundirem-se as piadolas que escrevemos com aquilo que pensamos, erro de quem lê, desculpem. Fazer uma piada sobre Deus não faz de mim um herege ou ateu. Fazer uma piada sobre homossexualidade não implica um pensamento homofóbico.
A obra de Michael Jackson sempre aí esteve. Mais escândalo, menos escândalo, mais polémica, menos polémica, as músicas tocaram sempre da mesma maneira. Ou não tocaram. Voltam a tocar agora, sinos que dobram.

 
_________________________________________________________

publicado por joao moreira de sá às 08:25
linque do post | Ir ao Confessionário | Ler confissões ou rezar o Terço (3) | favorito
|
Segunda-feira, 15 de Junho de 2009

A vossa abstenção para este post, s.f.f.

 
Pensava eu que a classe política finalmente começaria a perceber que tem que prestar mais abstenção à opinião das pessoas.
 
Ao contrário, dá-se que chegamos ao ponto de os Partidos estarem a debater publicamente a melhor estratégia para ganhar as eleições, com senhora ou sem senhora, mais prá esquerda ou mais prá direita, com este ou com aquele, escolhe-me a mim, escolhe-me a mim, admira-se, espanta-se e indigna-se a classe política com a abstenção.
Mas visto aqui da Cantuária pode pensar-se porque hei-de perder tempo a ajudar na decisão de um jogo onde apenas se discutem as tácticas para ganhar? É que governar um país não é um jogo de futebol, o que importa não é ganhar mas sim jogar bem. E nós assim não percebemos que vai jogar bem ou só tentar ganhar.
 
_________________________________________________________

publicado por joao moreira de sá às 08:24
linque do post | Ir ao Confessionário | Ler confissões ou rezar o Terço (1) | favorito
|
Terça-feira, 2 de Junho de 2009

Reflexões à bastonada

  

Com aquele nível de argumentação assustava-me ser defendido por qualquer daqueles senhores em tribunal.

Finalmente percebi porque se chama bastonário: só se entendem à bastonada.

A RTP fez serviço público. Finalmente o meu pai ficou feliz por eu não ter ido para direito.

Cinco minutos depois de estar a ouvir advogados passei a considerar que os políticos portugueses afinal têm uma elevação cívica muito aceitável.
 
Que tal Bulhão vs. Ribeira na próxima semana para elevar o nível?
 
_________________________________________________________

publicado por joao moreira de sá às 08:04
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
|
Terça-feira, 26 de Maio de 2009

Do parasitismo social

 

Finalmente percebi o que move Carlos Castro
 
Não era difícil de adivinhar mas não lhe sigo regularmente a carrei... não, isso ele não tem, a escrit... também não que isso ele não faz... o veneno, de forma a conseguir ter tido antes um exemplo tão claro. Sabia da sua embirração com o Markl, o seu roçar o ódio ao Alvim, é fácil adivinhar que outros haja.
Ontem ouvi, porque infelizmente não basta tais parasitas da sociedade serem pagos para destilar veneno com ainda encontram eco mas TVs e rádios, que o senhor - não leva maiúscula mas também não sou com ele, não enveredo pela ofensa (o chamar-lhe parasita não é ofensa é constatação) - tem uma para mim surpreendente nova "vítima", alvo, chamemos-lhe, porque a vítima no fundo é ele, a Alberta Marques Fernandes. Ora eu não sei se este é também algum ódiozinho antigo mas moto a imediata coincidência de a Alberta - e diga-se em abono da verdade toda a equipa da RTPn - estar a atravessar um período de alta de popularidade, seja gerada pelo fenómeno twitter, pela maior visibilidade televisiva, pela subida de audiências da RTPn, a conjugação de todos estes factores.
E eu que raramente ouço falar de Carlos Castro ouço que a criatura andou a arrotar postas de pescada sobre a estrutura corporal da Alberta e se a coincidência não é demonstração cabal de que a Inveja é o único sentimento que move Carlos Castro (e já me está a irritar a quantidade de vezes que já escrevi este nome) é porque à inveja há que juntar um outro, ressabiamento.
Não saberá o homúnculo mas digo-vos eu, que a ele assim como assim não interessaria sob qualquer ponto de vista, que muito antes de sequer sonhar conhecer e "falar" (em pequenas prestações de 140 caracteres) com a própria aconteceu estar a Alberta numa festa de crianças num daqueles locais onde as juntam - festas e crianças - à molhada e posso garantir, de um ponto de vista mais Zézé Camarinha que Carlos Castro, que uma Alberta Marques Fernandes "cheinha", além de ser deslumbrantemente bonita é mais sexy que 90%, vá lá 89% das ditas elegâncias que por aí escondem as suas celulites e anorexias.
Pronto.
 
_________________________________________________________

publicado por joao moreira de sá às 08:27
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
|
Segunda-feira, 18 de Maio de 2009

Patins é que era

 
Visto daqui da Cantuária não se entende muito bem a lógica de bramir uma campanha negra, ameaçar processar todos os que usem e/ou abusem do nome do primeiro ministro e depois não o fazer com as três pessoas que realmente admitem tê-lo feito, um tio, um primo e um Lopes, o da mota.
Coerente agora era processar o Lopes.
 
_________________________________________________________

publicado por joao moreira de sá às 06:15
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
|
Segunda-feira, 20 de Abril de 2009

Visto daqui da Cantuária

 
Visto daqui da Cantuária, mais hora menos hora de Lisboa ao Porto ou v.v. Interessa a 80% dos portugueses, ainda assim mais que os 99% a quem é perfeitamente indiferente o tempo entre Lisboa e Madrid porque seja quanto for é demais ou porque as low cost vão sempre fazer "undercut" ao TGV.
Aqui na Cantuária há quem garanta por a mais b que vale a pena por questões estruturais, coisas mais amplas que não alcanço, aparentemente ainda bem porque os que alcançam têm falhado sempre, porque também não alcanço como pode ter interesse uma coisa que a quase ninguém interessa. Ou sendo mais Louçãzista, os meus impostos vão poupar meia hora do Porto a Lisboa a quem? É que eu não vou poder usar e vou ter que o pagar. E, qual termo-tebe ao contrário, o meu filho também.
 

 


publicado por joao moreira de sá às 05:38
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
|
Segunda-feira, 13 de Abril de 2009

Medidor-Orçamentista

  

Ouço na TSF que as Universidades/Faculdades públicas não têm dinheiro para pagar ordenados. Ocorreu-me uma coisa. Antes das propinas tinham. Sempre.
Tinham demais? Não sei, não questiono. Se tinham, havia sim que rentabilizar. Para isso estão os gestores (ora bolas, isto em castelhano soa bem...).
Ora as propinas baratas, baratas não são, em termos absolutos, não contextualmente. Mas tudo junto é dinheiro. Que há e não havia.
Não percebo nada de gestão mas presumo que lhe chamem afectação de verbas ou algo assim, o decidir para onde vai o dinheiro.
A mim parece-me que o juntar tudo num pote e distribuir é aleatoriamente injusto. Nalguns casos, e tenho a sensação que alguém vai desmontar impiedosamente o argumento que se segue, o dinheiro das coisas devia ser "afectado" (?) às coisas. Digo, a dinheiro das propinas, quando adveio, devia ter acrescido ao orçamento das Faculdades e não ser incluído que é o mesmo que diluído. E não estou seguro que isso tenha acontecido. Digo também das taxas moderadoras. Deviam ser independentes do valor atribuído no OE (mas sem batota de descer um na medida das outras). Digo ainda os Monumentos, pelo menos os classificados de Nacionais pelo IPPAR. Chegam a receber no mínimo o equivalente às receitas que geram? Não se podiam, deviam, canalizar para manutenção, a maior das pechas, com vejo fazer lá fora? (Westminster "The funds generated by entrances fee is entirely invested in it's maintenance" - mais coisa menos coisa. Em Espanha, pelo menos na Catalunha a Generalitat também aplica esta regra aos monumentos).
Visto daqui da Cantuária isto parece-me lógico e justo.
 
_________________________________________________________

publicado por joao moreira de sá às 09:22
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
|
Sexta-feira, 10 de Abril de 2009

Ouvido

 
(listas P.E.) "as mulheres necessárias para preencher a quota obrigatória já estarão escolhidas..."
Isto não é muito degradante, senhoras?
 
tágues:

publicado por joao moreira de sá às 09:20
linque do post | Ir ao Confessionário | Ler confissões ou rezar o Terço (1) | favorito
|
Quarta-feira, 8 de Abril de 2009

Visto daqui da Cantuária isto não é justo

  

O irmão de um amigo foi ao funeral do pai algemado e acompanhado por dois guardas prisionais por estar a cumprir 1 ano de prisão efectiva por assalto a residência. Problemas de droga que a vida (pela morte?) fez o favor de chegar a tempo de corrigir.
Fátima Felgueiras, Valentim Loureiro, Pinto de Sousa - entre outros - foram condenados. Não parece. As penas, todas suspensas. A decisão do Juiz? Vale nada perante o recurso. Em Portugal, pena suspensa e absolvição são sinónimos. Mas só para alguns.
 
_________________________________________________________

publicado por joao moreira de sá às 07:49
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
|
Terça-feira, 7 de Abril de 2009

Hoje ouvi isto

  

"Hulk corre melhor que Ronaldo". Parece que está num jornal. Não sei se a intenção é deixar o rapaz verde de inveja mas fico com a sensação que tem tanto valor futebolístico com dizer que eu sou melhor a fazer sudokus do que Ronaldo.
O Obikwelu também corre melhor que o Ronaldo e (acho) nunca foi eleito melhor jogador do mundo. E o Messi corre pior que o Ronaldo e o Hulk e para mim é o melhor.
 
_________________________________________________________

publicado por joao moreira de sá às 08:25
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
|

Um suponhamos

  

Imaginemos que Durão Barroso era do PS. Imaginemos que o PSD já tinha candidato às europeias. Imaginemos que Manuela Ferreira Leite dizia que apoiava a candidatura de um Barroso PS e que o cabeça de lista vinha dizer que não e que depois tinha que vir um porta voz desmentir e reafirmar o apoio ao Presidente da Comissão Europeia do PS.
A peixeirada que não iria já por aí, um deus nos livre, traição à pátria.
E isto sendo MFL. Fosse nos tempos de Santana Lopes pedia-se forca.
Visto daqui da Cantuária, pouco importa se é PS, PSD, PC, BE ou PP. Mas irrita a falta de coerência das pessoas. Na Cantuária não gostamos nem usamos dois pesos e duas medidas.
 
_________________________________________________________

publicado por joao moreira de sá às 08:24
linque do post | Ir ao Confessionário | Ler confissões ou rezar o Terço (1) | favorito
|
Sexta-feira, 3 de Abril de 2009

Visto da Cantuária

 
Não é normal
 
Não é normal em Portugal que seja preciso vir o Jorge Coelho 2.0, versão "malha" que substituiu a "leva" e o único dos dois Silvas com cargos governativos de quem Sócrates realmente gosta vir dizer algo que me soou a ou os autarcas do distrito de Braga são estúpidos ou há ligações muito estranhas é melhor serem estúpidos (em politiquês chamam-lhe "lapso") para que aparentemente um tal Domingos Névoa veja revogada a sua nomeação para um cargo público.
Visto daqui da Cantuária, uma pessoa condenada em tribunal por corrupção, para o caso moralmente agravada por tentada na pessoa de um detentor de cargo público, ficaria por lei impedida de exercer cargos públicos, por nomeação ou eleição, para sempre. Questão de moral. Mantém todos os seus direitos de cidadão mas trabalhar para o Estado, lamentamos mas a sua conduta e moral e postura social não o permite.
E nem havia caso.
Mas se calhar, visto daqui da Cantuária era capaz de passar pela nossa cabeça submeter Mesquita Machado a um teste de sanidade mental. Se tivesse o azar de "passar", talvez nos questionássemos, ao nível da investigação, sobre estranhas relações e coincidências, Câmara de Braga, Bragaparques, é muita braga junta para os gostos aqui da Cantuária. Parece que para Portugal não.
 
Não é normal no mundo que cada vez que os supostos governantes por nós eleitos se reúnem sejam haja perímetros de segurança para afastar "o povo", polícia, manifestações, pancadaria, mortos, feridos, detenções.
Visto daqui da Cantuária, o poder tem que estar mais em sintonia com a vontade dos povos e parar de uma vez de governar por teorias "a ver se funciona" mas nós, povo, também já paravamos com esta coisa estúpida - que já estão a tentar fazer ao Obama - de diabolizar toda e qualquer pessoa mal é eleita. Por nós. Porque mal ou bem, alguém tem que pensar o estrutural quando a nós pouco mais importa que o conjectural.
E não é à porrada que se resolvem as coisas. É assim tão difícil perceber? Ao fim de tanto milênio? O nosso grande problema é no fundo termos saído uma espécie inteligente muito burra.
  
_________________________________________________________

publicado por joao moreira de sá às 08:25
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Março de 2009

Mentiras é que eu não gosto

  

Ontem Sócrates disse que a medida de apoio às famílias para pagamento do empréstimo da casa ia Custar ao estado entre 100 a 150 milhões de euros.
Hoje, que já ninguém está a ouvir, explica-se que não há perdão de dívida mas sim um segundo empréstimo a juro bonificado, ou seja, é tudo para devolver, ou seja, ao estado vai custar zero.
 
__________________________________________________________
tágues:

publicado por joao moreira de sá às 08:15
linque do post | Ir ao Confessionário | Ler confissões ou rezar o Terço (1) | favorito
|
Quarta-feira, 18 de Março de 2009

E o H em onestidade?

  

Curiosamente, ou não, 100% das reclamações com avarias em telemóveis Nokia - dentro da garantia - esta e cancelada por excesso de humidade.
E eu acho que o problema não é excesso mas sim falta. De um L, o da humiLdade.
 
__________________________________________________________

publicado por joao moreira de sá às 08:19
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
|
Sexta-feira, 6 de Março de 2009

Há muito tempo que não chorava tanto

  

A rir. Com o artigo "A Lista Mais Secreta" de Miguel Esteves Cardoso na Sábado desta semana, analisando os nomes ocultos dos nossos parlamentares (págs. 49 a 54. De guardar).
 
__________________________________________________________
tágues: ,

publicado por joao moreira de sá às 08:56
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2009

Finalmente percebi o que é que me faz confusão no casamento entre pessoas do mesmo sexo

 
É que isso é impossível.
Por enquanto, nos humanos, cada pessoa tem o seu. Nem que seja para fazer xixi.
É verdade que as mulheres vão sempre as pares à casa de banho e os homens, onde o faça um português, lá virão o dois e o três. Mas não porque tenham o mesmo sexo, elas e eles. Cada um se serve do seu. Para o que queira.
Pessoas do mesmo sexo só estou a vislumbrar um eventual caso que desconheço existir, de siameses unidos pelo pénis (já que vagina parece-me mais rebuscado), caso em que sim, teriam o mesmo sexo mas a) sendo irmãos não podiam caras e b) não conseguiriam fazer xixi.
 
_______________________________________________________

publicado por joao moreira de sá às 08:12
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
|
Sábado, 14 de Fevereiro de 2009

A sério.

 
Levar o namorado, namorada, marido, mulher a jantar fora no dia 14 de fevereiro devia ser considerado violência doméstica.
 

publicado por joao moreira de sá às 05:41
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
|
Creative Commons License
Este Blog está licenciado sob uma Licença Creative Commons.



Joao Moreira de Sa

Cria o teu cartão de visita

Twitter
Micro Cuts

Divulga também a tua página

CONTÉM CONTO MEU (já editado Comprar: AQUI
Ocultos Buracos

Promote Your Page Too

VAI CONTER CONTO MEU (pelo Natal, mas experimentem clicar na capa)




Blogue para Contactos Profissionais

Outras escritas

Quem???

Uma mente delirante e não muito normal encerrada num corpo com 44 anos (embora um teste da Sábado diga que na realidade tenho 47... já estive mais longe, tenho que repetir o teste). Presentemente desempregado mas com boas perspectivas de conseguir vir a trabalhar num call-center. Escrevo porque não gosto lá muito de falar e como irresponsável que sou, acredito que um dia ainda irei conseguir ser pago para escrever, o que já vai demorando um bocado...
jmoreiradesa@gmail.com

pesquisar neste belogue

 

Arquivos da Cantuária

tágues

todas as tags

subscrever feeds



Péssimos clips de humor na
TV Arcebispo

revista Única/Expresso


revista Nós/jornal i


Nuno Markl in Única/Expresso
Há gente com graça na Internet?

Imensa. O arcebispo de Cantuária. É um tipo com um site magnífico com trocadilhos. Dos mais refinados que eu vi em toda a minha vida.

arcebispo no programa "As Tardes da Júlia", TVI, 01.07.09.




jornal i "Blogues das mamãs. São mais que as mães e servem para tudo"

"Os (arcebispais) Incorrigíveis"

Arcebispo de Cantuária 17º Melhor Blog Português de 2007

Porque nem só de trocadilhos vive um Arcebispo:

Manjares do Arcebispo" (2ª edição disponível em paperback 11.35€ e e-book download 2,50€)



COMPRAR ONLINE: BUBOK





MAIS INFORMÇÃO