Segunda-feira, 15 de Junho de 2009

A vossa abstenção para este post, s.f.f.

 
Pensava eu que a classe política finalmente começaria a perceber que tem que prestar mais abstenção à opinião das pessoas.
 
Ao contrário, dá-se que chegamos ao ponto de os Partidos estarem a debater publicamente a melhor estratégia para ganhar as eleições, com senhora ou sem senhora, mais prá esquerda ou mais prá direita, com este ou com aquele, escolhe-me a mim, escolhe-me a mim, admira-se, espanta-se e indigna-se a classe política com a abstenção.
Mas visto aqui da Cantuária pode pensar-se porque hei-de perder tempo a ajudar na decisão de um jogo onde apenas se discutem as tácticas para ganhar? É que governar um país não é um jogo de futebol, o que importa não é ganhar mas sim jogar bem. E nós assim não percebemos que vai jogar bem ou só tentar ganhar.
 
_________________________________________________________

publicado por joao moreira de sá às 08:24
linque do post | Ir ao Confessionário | Ler confissões ou rezar o Terço (1) | favorito
|
Quarta-feira, 29 de Abril de 2009

Brincar aos popós

 
Visto daqui da Cantuária parece algo ilógico que a primeira solução para a crise de qualquer sector da indústria sejam os despedimentos. Pensando no caso ouvido hoje da Mercedes, juntando-o a toda a restante indústria automóvel, a lógica aqui na Cantuária diz que a primeira medida seria baixar o preço ao cliente, reduzindo a margem de lucro, tornando o produto mais atractivo para o cliente, porque carros, não vamos deixar de comprar. Vamos é, e apenas, voltar a comprar quando for preciso.
Despedir poderia ser um segundo recurso, o começar a desfazer o capital humano é começar a desfazer a empresa, por mais que se queira impingir a ideia de que ninguém é insubstituível. É, somos sim. Mudem-nos, mudam a cultura da empresa. Que faz a dinâmica da empresa. Que a faz funcionar melhor. Uma tal coisa chamada "amor à camisola" que paradoxalmente os empregados tendem a sentir muito mais que os próprios donos, gerentes, CEO's, accionistas.
Melhor despedir 10 para salvar 100 do que esperar que afunde sobrevivendo de apoios ao vazio e créditos à esperança futura? Sem dúvida. Por sobrevivência, sim. Como primeira opção, em nome do lucro, não. Não é ganho, é perda.
 

publicado por joao moreira de sá às 08:18
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
|
Segunda-feira, 20 de Abril de 2009

Visto daqui da Cantuária

 
Visto daqui da Cantuária, mais hora menos hora de Lisboa ao Porto ou v.v. Interessa a 80% dos portugueses, ainda assim mais que os 99% a quem é perfeitamente indiferente o tempo entre Lisboa e Madrid porque seja quanto for é demais ou porque as low cost vão sempre fazer "undercut" ao TGV.
Aqui na Cantuária há quem garanta por a mais b que vale a pena por questões estruturais, coisas mais amplas que não alcanço, aparentemente ainda bem porque os que alcançam têm falhado sempre, porque também não alcanço como pode ter interesse uma coisa que a quase ninguém interessa. Ou sendo mais Louçãzista, os meus impostos vão poupar meia hora do Porto a Lisboa a quem? É que eu não vou poder usar e vou ter que o pagar. E, qual termo-tebe ao contrário, o meu filho também.
 

 


publicado por joao moreira de sá às 05:38
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
|
Sexta-feira, 3 de Abril de 2009

Visto da Cantuária

 
Não é normal
 
Não é normal em Portugal que seja preciso vir o Jorge Coelho 2.0, versão "malha" que substituiu a "leva" e o único dos dois Silvas com cargos governativos de quem Sócrates realmente gosta vir dizer algo que me soou a ou os autarcas do distrito de Braga são estúpidos ou há ligações muito estranhas é melhor serem estúpidos (em politiquês chamam-lhe "lapso") para que aparentemente um tal Domingos Névoa veja revogada a sua nomeação para um cargo público.
Visto daqui da Cantuária, uma pessoa condenada em tribunal por corrupção, para o caso moralmente agravada por tentada na pessoa de um detentor de cargo público, ficaria por lei impedida de exercer cargos públicos, por nomeação ou eleição, para sempre. Questão de moral. Mantém todos os seus direitos de cidadão mas trabalhar para o Estado, lamentamos mas a sua conduta e moral e postura social não o permite.
E nem havia caso.
Mas se calhar, visto daqui da Cantuária era capaz de passar pela nossa cabeça submeter Mesquita Machado a um teste de sanidade mental. Se tivesse o azar de "passar", talvez nos questionássemos, ao nível da investigação, sobre estranhas relações e coincidências, Câmara de Braga, Bragaparques, é muita braga junta para os gostos aqui da Cantuária. Parece que para Portugal não.
 
Não é normal no mundo que cada vez que os supostos governantes por nós eleitos se reúnem sejam haja perímetros de segurança para afastar "o povo", polícia, manifestações, pancadaria, mortos, feridos, detenções.
Visto daqui da Cantuária, o poder tem que estar mais em sintonia com a vontade dos povos e parar de uma vez de governar por teorias "a ver se funciona" mas nós, povo, também já paravamos com esta coisa estúpida - que já estão a tentar fazer ao Obama - de diabolizar toda e qualquer pessoa mal é eleita. Por nós. Porque mal ou bem, alguém tem que pensar o estrutural quando a nós pouco mais importa que o conjectural.
E não é à porrada que se resolvem as coisas. É assim tão difícil perceber? Ao fim de tanto milênio? O nosso grande problema é no fundo termos saído uma espécie inteligente muito burra.
  
_________________________________________________________

publicado por joao moreira de sá às 08:25
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
|
Creative Commons License
Este Blog está licenciado sob uma Licença Creative Commons.



Joao Moreira de Sa

Cria o teu cartão de visita

Twitter
Micro Cuts

Divulga também a tua página

CONTÉM CONTO MEU (já editado Comprar: AQUI
Ocultos Buracos

Promote Your Page Too

VAI CONTER CONTO MEU (pelo Natal, mas experimentem clicar na capa)




Blogue para Contactos Profissionais

Outras escritas

Quem???

Uma mente delirante e não muito normal encerrada num corpo com 44 anos (embora um teste da Sábado diga que na realidade tenho 47... já estive mais longe, tenho que repetir o teste). Presentemente desempregado mas com boas perspectivas de conseguir vir a trabalhar num call-center. Escrevo porque não gosto lá muito de falar e como irresponsável que sou, acredito que um dia ainda irei conseguir ser pago para escrever, o que já vai demorando um bocado...
jmoreiradesa@gmail.com

pesquisar neste belogue

 

Arquivos da Cantuária

tágues

todas as tags

subscrever feeds



Péssimos clips de humor na
TV Arcebispo

revista Única/Expresso


revista Nós/jornal i


Nuno Markl in Única/Expresso
Há gente com graça na Internet?

Imensa. O arcebispo de Cantuária. É um tipo com um site magnífico com trocadilhos. Dos mais refinados que eu vi em toda a minha vida.

arcebispo no programa "As Tardes da Júlia", TVI, 01.07.09.




jornal i "Blogues das mamãs. São mais que as mães e servem para tudo"

"Os (arcebispais) Incorrigíveis"

Arcebispo de Cantuária 17º Melhor Blog Português de 2007

Porque nem só de trocadilhos vive um Arcebispo:

Manjares do Arcebispo" (2ª edição disponível em paperback 11.35€ e e-book download 2,50€)



COMPRAR ONLINE: BUBOK





MAIS INFORMÇÃO