Segunda-feira, 5 de Abril de 2010

Especial marisco: percebes


Conheço um sítio onde se apanham percebes tão grandes que lhes chamam percebestes.

Conheço um sítio onde se apanham percebes tão característicos do local que lhes chamam percebesses.

Conheço um sítio onde se apanham percebes tão finos que lhes chamam percebe.

Conheço um sítio onde como raramente se apanham percebes lhes chamam percebessem.

Conheço um sítio onde se apanham percebes tão sujos que lhes chamam percebo.

Conheço um sítio no norte onde raramente se vêem percebes. Chamam-lhes percebemos.

Conheço um sítio onde deixou de haver percebes. Chamam-lhes percebidos.

Pouca gente sabe mas os percebes trocam percebeijos.

__________________________________


publicado por joao moreira de sá às 05:33
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
2 comentários:
De pedro Aniceto a 5 de Abril de 2010 às 16:53
E os mariscos de Cascais que se chamam "P'cebe"?


De Pessoa que não quis ou não soube dizer o nome a 5 de Abril de 2010 às 20:12
Não percebi nada.


Comentar post

Outras escritas

Quem???

Uma mente delirante e não muito normal encerrada num corpo com 44 anos (embora um teste da Sábado diga que na realidade tenho 47... já estive mais longe, tenho que repetir o teste). Presentemente desempregado mas com boas perspectivas de conseguir vir a trabalhar num call-center. Escrevo porque não gosto lá muito de falar e como irresponsável que sou, acredito que um dia ainda irei conseguir ser pago para escrever, o que já vai demorando um bocado...
jmoreiradesa@gmail.com

pesquisar neste belogue

 

Arquivos da Cantuária

tágues

todas as tags

subscrever feeds

Porque nem só de trocadilhos vive um Arcebispo:

Manjares do Arcebispo" (2ª edição disponível em paperback 11.35€ e e-book download 2,50€)



COMPRAR ONLINE: BUBOK





MAIS INFORMÇÃO