Quinta-feira, 12 de Junho de 2008

Não gosto

 
Não percebo a lógica e não concordo com a política das rádios de fazer feriados nas emissões. Sobretudo rádios de notícia e actualidade, Antena1, TSF. Pode ser feriado no fim da rua mas não é no fim do mundo.
Eu acordo à mesma hora por ser feriado. Mas por ser feriado não tenho direito à minha emissão normal. Levo com "música despacha ouvintes". Quando devia ser ao contrário. Nestes dias é que a rádio devia aproveitar para cativar e entreter. Acho que fazem mal. A mim chateia-me. Acho que gosto mais da rádio do que aquilo que as estações estão dispostas a oferecer-me.
 
___________________________________________________________

publicado por joao moreira de sá às 08:30
linque do post | Ir ao Confessionário | favorito
2 comentários:
De Lovernios o Raposo a 12 de Junho de 2008 às 12:05
É nestes dias que a rádio diz:

"Desliga esta porcaria e vai para o campo fazer um piquenique ou algo que o valha..."

Ou

"Vai mas é ver televisão, já que vais ficar em casa muito ocupado em nada fazer."

Ou então

"Vai chatear o Camões."


Sim, a rádio também sabe mandar umas indirectas à população Portuguesa.


De joao moreira de sá a 12 de Junho de 2008 às 12:42
Verdade, mas faz-me confusão que a rádio me diga "vai mas é ver televisão". O resto, tudo bem, mas praia ou pique-nique às 8 da manhã... :)


Comentar post

Outras escritas

Quem???

Uma mente delirante e não muito normal encerrada num corpo com 44 anos (embora um teste da Sábado diga que na realidade tenho 47... já estive mais longe, tenho que repetir o teste). Presentemente desempregado mas com boas perspectivas de conseguir vir a trabalhar num call-center. Escrevo porque não gosto lá muito de falar e como irresponsável que sou, acredito que um dia ainda irei conseguir ser pago para escrever, o que já vai demorando um bocado...
jmoreiradesa@gmail.com

pesquisar neste belogue

 

Arquivos da Cantuária

tágues

todas as tags

subscrever feeds

Porque nem só de trocadilhos vive um Arcebispo:

Manjares do Arcebispo" (2ª edição disponível em paperback 11.35€ e e-book download 2,50€)



COMPRAR ONLINE: BUBOK





MAIS INFORMÇÃO